MENU @

mensagem

Banner 3

banner

Seguidores

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Criação ou Criadores quem criou quem nessa história?


No período paleolítico superior que começou há cerca de 50 000, o homo sapiens já com um desenvolvimento cranial elevado, começou a procurar explicações para vários fenômenos da natureza que ele não compreendia, nesse contexto nasceu à magia do mito, expressando seus sentimentos o homo sapiens desenvolveu as artes que de certa forma está ligado aos rituais religiosos, como se observa nas pinturas nas cavernas.* A arte a religião e a magia estão intimamente ligas a expressão de sentimentos da vida cotidiana que passou a ser ordenado para satisfazer a necessidade psicológica do homo sapiens de interpretar cosmologicamente seu universo. Nesse contexto histórico nasceu à religião como algo elaborado para dar as respostas para essa nova espécie de hominídeos, agora com o domínio das varias técnicas agrícolas deixou de ser sedentário e domesticação de certos animais, artifícios estes usados para a sobrevivência da espécie. Toda essa capacidade de criação deu origem ao animismo, observado na formação cultural e religiosa das primeiras sociedades humanas. Afinal quem criou quem nessa história? Segundo a história Deus é uma criação do homem pré-histórico, para dar respostas aos seus anseios para entender os fenômenos da natureza e a própria morte, isso se observa nas pinturas rupestres na adoração aos astros na criação do mito e na criação do tempo. O próprio Abraão progenitor da nação Israelita ao qual nós herdamos a religião era animista adorando a vários deuses, que depois passou a ser monoteísta, os egípcios no segundo império com o faraó Akhenaton, dando novas bases para a origem do monoteísmo e por que os homens quiseram substituir essa pluralidade? A questão é quem criou quem nessa historia? Analisando historicamente quem criou a religião foi o homem que conseqüentemente criou um deus, se você acredita numa evolução biológica da espécie humana essa é a explicação para suas indagações! Mas se você acredita que Deus foi quem criou o universo e tudo que há nele inclusive o ser humano isso é uma questão de fé e fé não tem uma explicação lógica. Quem criou quem? Não sabemos, só temos indícios arqueológicos que nos dão base para formularmos nossas indagações.
Por: ELSON CASSIANO SOBRINHO
1º Período História UERN

7 comentários:

Wilsius Norte disse...

Boa noite meu caro,

Texto interessante este, com belas indagações e reflexões filosóficas... Apreciei bastante sua forma de escrever.
Em relação a temática, a grande reflexão é o fato de que a religião, sempre será a forma como o homem tenta se aproximar de Deus, enquanto o Cristianismo sempre será o plano de salvação de Deus para o homem.

Adoraria ver-te/ler-te em mais textos desta natureza.

Abraços e paz.

W.N.

Elson Cassiano disse...

A origem da religiao está intrisecamente ligada a evolução biologica do homem pré-historico, que o levou a tentar entender certos fenômenos da natureza, como também questões cotidianas inerentes ao ser humano, como a morte, qual o sentido da vida? de onde viemos? então criou um deus para lhes darem as respostas para o que eles nao conseguiam dar.

Vinícius Fernandes disse...

Muito interessante o texto! É possível extrair deles interessantes reflexões a respeito de algumas teorias historiográficas a sobre as origens. Com relação as questões mágicas e mitológicas, existem muitas controvérsias no que diz respeito a definição das mesmas, pois a ciência moderna, que se diz detentora de todas as respostas exatas, ataca a formulação dita mitológica das sociedades históricas, especialmente as agrícolas do crescente fértil e a civilização grega, porém utilizam-se da mesma estrutura para descrever a suposta realidade.

Tenta-se subjugar hierarquicamente as explicações cosmológicas com a supremacia da dita histórico-científica sobre as explicações religiosas. Entretanto, como diria o grande e respeitado filósofo brasileiro Rubém Alves, em seu livro "Filosofia da Ciência", "a ciência e o cientista também viraram um mito, e todo mito é perigoso ao pensamento humano".

Quem criou quem é uma questão de fato difícil de se responder, mesmo porque no campo humano e supostamente histórico-científico, as estruturas são praticamente idênticas. Tanto os "mitos" religiosos são questionáveis quanto os "mitos" supostamente científicos, uma vez que eles se utilizam praticamente da mesma estrutura: elaboram um discurso baseado em algo que supostamente aconteceu (Criação, Teoria do Big-Bag (devido ao conglomerado de energia densificada, ferindo a também lei dita científica da entropia)ou a Teoria da Evolução Biológica das espécias.

Todas afirmam uma coisa só: assim surgiu e esse é a única explicação possível, e, como não bastasse isso a essas pretensas, ainda por cima anexam inúmeras "provas" aos seus argumentos, procurando dar um valor incontestavelmente válido para as suas vertentes e considerando a outra inadmissível, as vezes até absurda. Isso é uma ótima estratégia retorica, e os gregos antigos já tinham descoberto esse poder.

É difícil dizer que segundo a História tais ou quais informações são verdadeiras, pois a História, bem como qualquer outra ciência humana, não é um ente personificado que emite opiniões. Historiadores falam e divergem em muitas coisas, mas a História, não. Aqui está a dificuldade principal, pois suas abordagens mudam, e mudarão, conforme cada período histórico, e o que se considerava histórico, científico e inqüestionável ha cem anos atrás, hoje já não o é mais. Assim progride o desenvolvimento intelectual humano, com através da História.

A duvida vai sempre existir, e ela é muito saudável e sempre bem vinda! Cade ao pesquisador tirar suas próprias conclusões quando se trata desse confronto, pois essa polêmia transpassa as fronteiras de várias ciências humanas e é objeto de calorosas discussões nos campos da Historiografia, Biologia, Astronomia, Paleontologia Humana, Arqueologia, Filosofia, Sociologia, Antropologia, ciências política e jurídica e ainda no campo da Teoria da Complexidade. Vale dizer que cada um desses campos e vários outros, assim como na discussão que chama-se "mitológica e/ou religiosa", de certa forma também reclamam para si a exclusividade das respostas definitivas e do saber. É um universo fascinante!

Pelo que vejo, as opiniões sempre se dividiram ao longo da história e essa é a tendência até o fim, seja lá quem forem os vencedores desse debate. Se é que haverá vencedores. Mas o debate está garantido.

Elson Cassiano disse...

As questões apresentada por vinicius veio a nos mostrar a amplitude das teorias humanas sobre nossa origem, os mitos estão ai para serem desvendados,mas de todo coração creio eu no Teismo e num Deus Transcedente que criou do nada tudo o que há no universo.

Jakeline disse...

Os estudiosos tem inumeras explicações para a origem do mundo e do homem, mas minha crença é uma só...
creio em um Deus q tudo pode , q criou o céu e a terra e as coisas q nela existe,inclusive esse homem super dotado de inteligência q hoje faz as seguintes indagações: Deus realmente existe ou é somente um mito?
eu não tenho dúvidas que não só existe como até hoje está no meio de nós

Vinícius Fernandes disse...

Estou amando participar desse blog! Parabéns querido amigo Elson pela iniciativa por demais profícua!

Também creio em Deus, que chamou a existência as coisas que existem das que não existem (Hebreus 11.3), e que conforme pensava um dos maiores pensadores, filósofo, historiador e jurista e outras coisas mais de todos os tempos, Georg Wilhelm Friedrich HEGEL, "Deus é a razão da História, que pode ser observada pela expressão do Espírito Absoluto".

Por isso, sinto-me inspirado a tentar conhecer um pouco mais desse mover de Deus através do conhecimento humano, sabendo sempre que esse importante debate vai tanto reforçar a fé de quem a tem, quanto afastá-la de quem não a tem.

Fazendo uma adaptação grosseira da mensagem do Senhor Jesus em Apocalipse 22.11, quem não crê nem tem fé, que tenha menos ainda. E quem tem fé, que tenha mais ainda! "Eis que venho sem demora!"

Assim sendo, o debate acadêmico sempre será bem vindo para ambos os lados, para teístas ou não, e nesse espaço certamente todos sairão ganhando!!! Já ganhei com a participação aqui!

Abraço fraternal a todos os queridos leitores e vamos celebrar as reflexões!!!

Vinícius Fernandes disse...

Recomendo a participação de todos no blog do professor Elson e que os posts desse interessantíssimo blog sejam multiplicados em quantidade e qualidade!

Abraço fraternal a todos prezados e capazes leitores!